Com aumento no número de casos, presidente do Einstein teme que hospital não consiga atender demanda

Solange Almeida celebra corpo real: “Celulites e estrias? Sim, sou mulher”
março 1, 2021
Câmara pede ao STF prisão de Danilo Gentili após humorista falar no Twitter em socar deputados
março 3, 2021

Com aumento no número de casos, presidente do Einstein teme que hospital não consiga atender demanda

(JBCNEWS – DF 03/03 – O Hospital Israelita Albert Einstein é um dos mais conhecidos do Brasil em questão de excelência. Mas, mesmo o bom atendimento do hospital pode colapsar com o ritmo de crescimento da covid-19. O alerta foi feito pelo presidente do Einstein, o médico Sidney Klajner.

“Projeção, infelizmente, não é boa para as próximas semanas, haja visto o comportamento da nossa população em termos de precaução e de aglomeração, não distanciamento. Haja visto a transmissibilidade aumentada com as novas variações, principalmente a que vem do Amazonas. Há uma série de fatores que têm contribuído para o aumento de casos”, relata. Klajner ainda contou que na terça-feira, 2, o hospital bateu o recorde de internações por coronavírus, com 162 pacientes.

Ele ainda teme que deixem de ser atendidos não só pacientes com covid-19, mas com outras doenças. “O risco, a partir de agora, é que o número de casos covid aumente tanto que possa colocar em risco o atendimento de uma instituição como a nossa à outras doenças. Algo que seria grave para a população no geral”, afirma.

Na última sexta-feira, 26, chamou atenção que o hospital divulgou que tinha 104% de ocupação. Isso, no entanto, não quer dizer que os pacientes deixaram de ser atendidos no hospital.

“Quando a gente fala em 104% de ocupação, nenhum paciente que procurou o Einstein deixou de receber atendimento ou deixou de ser internado, apenas, ele contava com, além de 100%, pacientes que aguardam a disponibilização de deus leitos para subirem do pronto-socorro para o apartamento ou para a UTI ou para o local para o qual foi indicada a internação.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *