Ministros do STF acreditam que áudio vazado de Bolsonaro é teatro armado para constranger a Corte.

Flávio Bolsonaro acionará Kajuru no Comitê de Ética por conversa divulgada.
abril 13, 2021
Indiana diz ter recebido proposta de casamento do príncipe Harry e pede sua prisão na Justiça.
abril 15, 2021

Ministros do STF acreditam que áudio vazado de Bolsonaro é teatro armado para constranger a Corte.

(JBCNEWS – DF 12/04) – Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) acreditam que a conversa divulgada pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) em que Jair Bolsonaro pede a ele que investigue também governadores e prefeitos na CPI da Covid do Senado é um teatro armado pelos dois para constranger a Corte.

Na interpretação de magistrados ouvidos pela coluna Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a conversa não teria sido espontânea, mas sim combinada previamente.

“Se não mudar o objetivo da CPI, ela vai vir para cima de mim. O que tem que fazer para ser uma CPI útil para o Brasil: mudar a amplitude dela. Bota presidente da República, governadores e prefeitos”, recomendou Bolsonaro.

“Se não mudar a amplitude, a CPI vai simplesmente ouvir o Pazuello, ouvir gente nossa, para fazer um relatório sacana. Tem que fazer do limão uma limonada. Por enquanto, é um limão que tá aí. Dá para ser uma limonada”, afirmou ao senador.

Na conversa telefônica, o presidente cobra do senador Kajuru que determine a análise de pedidos de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os magistrados devem discutir nesta semana a liminar dada na quinta (8) pelo ministro Luís Roberto Barroso em que ele determina a instalação da CPI para investigar a gestão do governo federal na pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *