Principal repórter esportivo do Brasil, Tino Marcos encerra trajetória na Globo após 35 anos

Em votação acirrada, MDB conquista vice-presidência do Senado com novato na legenda
fevereiro 4, 2021
Bailarinas são demitidas no último ano do Domingão do Faustão
fevereiro 4, 2021

Principal repórter esportivo do Brasil, Tino Marcos encerra trajetória na Globo após 35 anos

(JBCNEWS – DF) – Durante 35 anos, as páginas mais incríveis da história do esporte brasileiro foram contadas por Tino Marcos, através do microfone e das câmeras da TV Globo. Pois, por decisão própria, aquele que era o principal repórter esportivo do país colocou um ponto final a esta trajetória. Depois de oito Copas do Mundo e seis Olimpíadas, o jornalista acredita que cumpriu o seu dever e que, agora, é momento de estar mais ao lado da família.

A palavra mais forte de tudo é gratidão. Gratidão à vida por ter me permitido… Por eu ter podido fazer aquilo que, para mim, sempre foi uma diversão.Tino Marcos

No último ano, após décadas de cobertura diária, da qual ele se cansou, Tino já vinha trabalhando menos dias na emissora, fazendo as chamadas grandes reportagens. E este modelo de jornalismo foi diretamente afetado pela pandemia de coronavírus. “Ficou uma condição mais voltada para esse tipo de matéria que temos feito através da internet, com poucas coisas do que eu sempre gostei de fazer… Captar, olhar as imagens, escrever, produzir. Isso se resumiu muito. Mas me preparei para isso gradativamente”, disse o profissional, em entrevista publicada pelo GE.Globo.

O que vem por aí, o que eu posso fazer… O que eu gosto mesmo é de produzir conteúdo, contar histórias. Adoro pegar na câmera, tenho minha câmera, meu equipamento, tripé, microfone lapela, luz, drone, eu voo de drone, estou editando.Tino Marcos

Segundo ele, a doença que assolou o planeta ajudou a acelerar a sua decisão. “É uma variável decisiva nesse processo. Tornou inviável agora a gente fazer o que vinha fazendo. Não sei quando vamos voltar a ter a plenitude. E quando vamos voltar? Não sabemos como está o mundo. Tem todo um contexto. Minha filha se formando na faculdade, minha esposa se aposentado esse ano, eu perdi os meus pais. Tinha um envolvimento muito grande com eles e fiquei sem eles. A vida… 2021 está me trazendo muitas novidades. Por agora é isso aí. Viver essa pandemia, ficar em casa o máximo que eu posso. Eu tenho o privilégio de poder ficar em casa com as coisas direitinhas”, acrescentou. O jornalismo, sim, só tem a agradecer a Tino Marcos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *